Sonho perdido

18:57


Você costumava imaginar nosso futuro. A enorme casa, os filhos, o cachorro. Eu me irritava com seu jeito bobo de sonhar. De vez em quando você fazia de propósito e colocava minha cor favorita na sua casa imaginária. Querendo sempre me convencer de que tudo poderia ser real. Você se divertia com seu sonho. Eu ignorava com a minha realidade.

Na verdade, eu tinha medo de viver no seu mundo. Onde tudo seria feliz. Essa palavra me assustava. E se eu acordasse do sonho e você não estivesse mais lá? Você mergulhou profundamente, enquanto eu tinha medo de me afogar. Tentou me mostrar que era seguro arriscar, mas eu recuei.

Naquele mês você sentiu minha ausência cada vez mais forte e desistiu. Desistiu de mim. Eu apenas disse adeus. Guardei numa caixinha secreta o futuro que aprendi a desejar. Esse desejo foi ganhando força. Isso poderia sim ser real. E eu estava certa, poderia. Porém, eu já não faria mais parte. Você encontrou alguém para compartilhar seu sonho. Alguém que soube mergulhar sem medo. 

Entendi que deveria buscar a realidade que tanto teimei em viver. Terminei a faculdade, adotei um cachorro e ainda espero o momento certo para encontrar alguém. Só que lá no fundo sinto que deixei esse momento passar por um medo bobo de acreditar, confiar em alguém que estranhamente me fazia feliz. Perdi o futuro do sonho por medo de compartilhá-lo com alguém. 

Talvez você também goste

0 comentários